Me VISITEM no DIRECTORY e Participem Tambem!

domingo, 5 de junho de 2011

Estou presa as tuas vontades


Projeto: Suas Palavras

7ª Edição: SENTIMENTO
Tema: Auto Punição

 



 Meu amor sempre suporta tuas lamurias, pois você tornou-se dono de minha vida. Mas sinto que cada vez mais, estou perdendo contigo a minha alma. Tua imagem vive em meus pensamentos. Lembranças firmes do meu tormento. Durmo e acordo com essas lembranças: De uma lágrima rolando em teu rosto, de teu sorriso amarelo, assim meio tosco. De teu semblante envelhecido e enrugado e de tua virilidade e orgulho machucado. Vejo teu corpo denunciando tua estatura recolhida, teus cabelos grisalhos se enroscando nos meus. Me lembro dos teus olhos tão claros como o dia  e me sinto tentada a tocar-lhe a face. Ver em teus lábios de novo, teu sorriso...Quero tirar-lhe todos os teus medos ou ate, quem sabe, tuas fobias...Fazendo com que tu se esqueças do passado, e reverencie o dia presente em tua vida. Me sinto com vontade de gritar teu nome aos quatro ventos sem medo e sem culpa, mas tu sempre me pedes o silencio e me julgas. Me sinto como a tua cama que te aquece nas noites de intenso frio e solidão. Mesmo assim, tu confirmas a minha suspeita: de que é teu, meu coração! Acredite: teu beijo me entorpece. Teus lábios finos e molhados são como motivos para que eu me vicie,  para que eu me torne uma drogada: uma viciada dos teus beijos. Não que eu ache viciante ou perturbador, mas a cada beijo teu enlouqueço de Amor, como numa overdose de atenção e cuidados, pois estas sempre ao meu lado. Teus abraços me afagando com tremenda violência me retiram o fôlego e me deixam assim, numa manemolencia intrigante, irritante! Parece ate que estou sonhando com a tua presença,afinal, sinto teu perfume inebriando o meu olfato. Aos poucos, vou me entregando e me abstinenciando de todos os meus desejos e, aprendendo com você que tudo isso é fato, exato. Sinto meu corpo viajando num eterno reencontro onde fecho os olhos e me deixo levar por tuas vontades. Nesse momento, estou presa e sem coragem e me entrego aos teus carinhos, teus afagos ...Me entrego de corpo e alma para que tu me carregues ao paraíso! E no êxtase do momento poderei traduzir meu inferno como uma eterna transformação, onde mais uma vez o que impera é a condição do bem que o Amor nos fez. Chega! Aqui decido como terminarei essa historia. Quero me cortar e sangrar ate o fim, para que nada, nem um sopro de alma, sobreviva em mim. Quero decapitar meu coração e extirpar todo sonho fundido e construido como base de minha indecisão. Quero acabar de vez com tudo e não deixar que nada sobreviva a este amor insano e fingido...É preciso que eu acorde imediatamente desse pesadelo, dessa auto punição que destroi e corroí meu pobre coração...Colocarei um ponto final seguido de minhas reticencias...E Fim!


Simone Martins - 05/06/2011

Foto: GOOGLE . https://lh6.googleusercontent.com/-geScMX-qLsg/TYLDDIKnNjI/AAAAAAAAAKg/qLccILzrCDM/s200/acorrentados.jpg

6 comentários:

  1. Boa noite Simone... Me perdoe por não ter te respondido antes; não estava conseguindo postar comentários aqui.
    Bem, em primeiro lugar, você escreve de forma maravilhosa, viu? Parabéns!
    Respondendo sua perguntas, não sou gótica. Acontece que minha influência
    vem do Ultra-Romantismo, de Álvares de Azevedo, e de poetas como Augusto dos Anjos.
    Escrever sobre alegrias me parece bom, mas me encontro nas palavras de dor, porque quando escrevo-as tomo as dores dos que se iludiram e sofreram, dos pobres famintos, dos loucos de hospícios, dos amantes da vida que não puderam livrar-se da morte.
    Não sou completamente angustiada. Apenas gosto de ficar só, e ficando só, vejo a imagem que muitos se recusam a enxergar: Me vejo sem máscaras. Vejo minha hipocrisia, minha prepotência, minha ausência de humildade, medos, virtudes. Enxergo também que a beleza não traz a vivacidade. Assim, sinto os sentimentos evitados pelos tantos seres que perambulam o mundo. Sinto-me divida entre a lágrima e o sorriso.

    ResponderExcluir
  2. Olá querida, vc sabe lidar bem com as palavras! Parabens!Sabe, eu gostaria de saber um pko mais sobre vc...percebo que fala muito em "ponto final","descansar", "morte"...
    Escreve para mim no meu e-mail pessoal, sei lá, queria, quem sabe , se vc deixar , e quiser, poder te ajudar.Sabe, sou apens uma pessoa que tambem já pensou assim, e hoje quer ajudar aqueles que Deus coloca em meu caminho.
    Descobri que posso descansar aqui mesmo, morrer para mim mesma, para minha hipocresia, meu orgulho, minha auto-piedade....sou bipolar, já falei em outro comentario.
    Se achar tudo invasivo e sem sentido nao precisa me escrever...entenderei.
    Bjus
    Marly
    marly2.ribeiro@gmail.com

    ResponderExcluir
  3. Hum
    Não sinto como positivo um amor que nos faça sentir assim!
    Melhor acordar, concordo com vc.

    Obrigada pela visita carinhosa.
    Estou retribuindo e seguindo tbem.
    Bjokas

    ResponderExcluir
  4. Oh querida Simone, bom dia, eu que peço desculpas!Voce não me decepcionou, me alegrou! Que bom que não é bipolar!Pois a vida de um bipolar não e facil!Mas pelo nome do seu blog acho que não sou so eu que confundo não hehehe foi mal me desculpe....Mas minha unica intenção é sempre ajudar....Obrigada pela presença no meu cantinho. Apareça sempre mesmo, tambem estarei aqui.....Claro que te aceito sim minha amiga!
    Se precisar de uma amiga estarei no meu cantinho...
    Bjus
    Marly

    ResponderExcluir
  5. Simone,conto forte e realista!Nem todos conseguem ter essa clareza e profundidade de sentimentos!Muito bem escrito e adorei!Uma excelente participação!Bjs,

    ResponderExcluir
  6. Olá Simone,

    A dor do ponto final é infinitamente menor que a das reticências de uma relação sem futuro...

    Grande beijo para ti!

    http://omundoparachamardemeu.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Nesse blog., te deixo a vontade para escrever o que quiser, afinal, este é meu lado negro...kkkkk...só tome cuidado, pois outras pessoas irão ler tambem. Obrigado